domingo, 4 de junho de 2017

"Os moradores de São Paulo vivem afastados do rio Tietê. Tragicamente o mesmo ocorreu com a maioria dos rios e córregos paulistanos, o que expressa como o processo de urbanização de São Paulo, mercantil e elitista ao extremo, degradou o ambiente.

Com sua degradação o nado deixou de pertencer ao repertório de práticas costumeiras da maioria dos moradores....encerraram-se também as pescarias." 
do livro Tietê o rio que a cidade perdeu, Janes Jorge.


A esperança de todos e a luta que deve ser travada é o acesso às informações sobre processos de despoluição e como colaborar para divulgar essas práticas.

Ainda há muita esperança. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário