segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Desvende São Paulo num passeio a pé


Matéria originalmente publicada em <http://www.diariosp.com.br/_conteudo/2010/08/3714-desvende+sao+paulo+num+passeio+a+pe.html> no dia 08/08/2010. Atualmente o link está offline.

Terra da Garoa 08/08/2010 16h01

Desvende São Paulo num passeio a pé

Guias especializados ganham a vida levando turistas e até moradores para ver de perto a história da cidade. Procura por este tipo de passeio tem crescido a cada ano e a maior parte do público que contrata o serviço é do interior

Um passeio a pé é a forma mais charmosa de se conhecer uma cidade. Quem é que nunca se imaginou em Paris, por exemplo, caminhando ao longo do Rio Sena? Mas não é preciso uma viagem intercontinental para isso. Por que não aproveitar para conhecer a história de São Paulo dessa maneira? No Centro da cidade, as antigas praças, ruas e construções têm muita história para contar.

Por esse motivo, a guia cultural Vera Lúcia Dias decidiu organizar o passeio a pé pelo Centro da cidade. Assim como outros guias, ela leva pessoas de fora e até moradores da cidade para conhecerem um pouquinho da história dessa metrópole. "O público maior é do interior. Levo muitas pessoas de cidades grandes aqui por perto, como Campinas e Sorocaba, e também de outros estados, como Santa Catarina, Rio de Janeiro e Espírito Santo", conta.

MOVIMENTO

Vera começou a oferecer o  passeio há 12 anos. Ela não tem ideia de quantas pessoas já guiou, mas arrisca dizer que o movimento aumentou 80% desde que ela começou com a atividade. "Levo grupos de até 40 pessoas, no máximo. E, quando comecei, ouvi muitas críticas. As pessoas me diziam: ?você é louca, vai levar as pessoas para a Sé?? Até hoje tem gente que pensa isso."

A guia  se diz uma apaixonada pelo Centro da cidade e se mos-tra triste quando vê algum prédio mal conservado ou um monumento sujo. "Tem gente que faz até xixi nas estátuas. Isso é muito triste", diz. Mas, por outro lado, não esconde o orgulho ao contar a história dos lugares, que tanto estudou por meio de uma extensa bibliografia. "Temos coisas maravilhosas, com histórias interessantíssimas", garante.

Vera não cobra por pessoa, mas por hora de trabalho. "Mas faço preços especiais para Organizações Não-Governamentais (ONGs) e escolas públicas, por exemplo", diz.

O roteiro

O passeio a pé pelo Centro - pelo menos o oferecido pela guia cultural Vera Lúcia Dias - pode ser personalizado, de acordo com o gosto do cliente.
O roteiro feito por ela para o DIÁRIO, por exemplo, tem cerca de duas horas de duração.  Mais informações podem ser obtidas pelo no site www.passeiopaulistano.com.

R$ 50 
é quanto a guia cobra por hora de trabalho, e não por pessoa

Conheça os lugares

CENTRO NOVO

Hotel Jaraguá
Localizado no coração da cidade de São Paulo. Nas dependências do hotel está o Teatro Jaraguá e no lobby do hotel, o Espaço Clóvis Graciano, que recebe exposições e vernissages mensalmente.

Biblioteca Mário de Andrade
Principal biblioteca pública da cidade. Fundada em 1925,
a partir do acervo da Câmara Municipal. A atual sede foi idealizada pelo diretor da Biblioteca Municipal, o bibliófilo
e escritor Rubens Borba de Moraes e pelo arquiteto francês Jacques Pilon, e inaugurada oficialmente em 25 de janeiro
de 1942, pelo então prefeito Prestes Maia.

Obelisco da Memória
Primeiro monumento da cidade de São Paulo, construído em 1814, alvo constante de pichações e atos de vandalismo. Ao lado do obelisco, um painel
de azulejos pintado por Wasth Rodrigues decora a fonte. A autoria é de Vicente Gomes Pereira e Daniel Pedro Müller.

Theatro Municipal
O arquiteto Ramos de Azevedo e os italianos Cláudio Rossi e Domiziano Rossi iniciaram a construção em 1903 e, após oito anos de trabalho, o Theatro Municipal foi batizado pela ópera Hamlet, de Ambroise Thomas, diante de uma multidão de 20 mil pessoas. No museu do local, inaugurado em 1983, apresenta figurinos e históriade tudo o que aconteceu no Theatro Municipal.

Praça Ramos de Azevedo
Seu nome homenageia o arquiteto Francisco de Paula Ramos de Azevedo.  Durante algumas décadas foi do escritório dele que saíram praticamente todos os projetos residenciais da elite e os principais projetos públicos da cidade, entre eles a Pinacoteca do Estado, o Theatro Municipal e o Mercado Municipal.

Viaduto do Chá
Fica no Vale do Anhangabaú. Inaugurado em 1892, o nome tem origem na presença de mascates, que vendiam chá na região. Há quem diga que o nome tem origem nas plantações de chá das chácaras do Barão de Tatuí.

Prédio Alexandre Mackenzie
Projetado como sede da Light (empresa canadense antecessora da Eletropaulo), é o edifício onde hoje funciona o Shopping Light. Teve duas etapas. A primeira foi concluída em 1929 e executada pelo Escritório de Ramos de Azevedo. A segunda foi executada pelo escritório Severo & Villares (sucessor de Ramos de Azevedo), em 1941. Funcionou como Light até os anos 70. No final de 1999, o prédio reabriu como shopping.

Monumento a Carlos Gomes
De 1922. A fonte é inspirada na Fonte de Desejos de Roma. No conjunto de 12 esculturas, em mármore, bronze e granito, estão representados a música, a poesia e alguns dos personagens das óperas mais famosas de Antonio Carlos Gomes.

Edifício Matarazzo
Também conhecido como Palácio do Anhangabaú, é a sede da Prefeitura de São Paulo desde 2004. Pertencia anteriormente ao Banespa - daí seu apelido de Banespinha. É conhecido por seu jardim, localizado no último andar do edifício. Foi projetado pelo arquiteto italiano Marcello Piacentini, a mando do empresário Ermelino Matarazzo, e abrigou por anos a sede de suas indústrias.

Praça do Patriarca
Foi inaugurada em 1926 e nomeada em homenagem a José Bonifácio, o patriarca da independência. Nela, observa-se uma cobertura, em cima da entrada da galeria Prestes Maia, que pode ser considerada uma espécie de "portal" entre o Centro Velho e o Novo.

CENTRO VELHO

Centro Cultural Banco do Brasil
Inaugurado em 21 de abril de 2001. Fica na esquina das ruas da Quitanda e Álvares Penteado. A sede tem 4183 metros quadrados e conta com salas de exposições, um cinema, um teatro, um auditório, salas de vídeo, restaurante, bombonière e cafés.

Edifício Martinelli
Primeiro "arranha-céu" da América Latina, com 30 andares. A construção foi iniciada em 1922, inaugurado em 1929, com 12 andares, seguindo até 1934 finalizando a obra com 30 andares. Foi projetado pelo  italiano Giuseppe Martinelli. Em 1932, na Revolução Constitucionalista, abrigou em seus terraços superiores uma bateria de metralhadoras antiaéreas, para defender a cidade do ataque dos "vermelhinhos", os aviões do Governo da República, que ameaçavam bombardear a cidade. Do terraço no 26º andar se tem uma visão panorâmica da cidade

Largo do Café
Era o ponto de encontro para compra e venda de café. Havia a Bolsa do Café, mais tarde incorporada pela Bolsa Mercantil e de Futuros, sendo o café um produto agrícola a que mais devem São Paulo e o Brasil, sob o ponto de vista econômico.

Comentários | »

Vera Lucia Dias:
18/08/2010 11h40 Agradeço à jornalista Daniela do Canto pela sensibilidade e conhecimento. Também ao Edson Guttilla, estudante dedicado. Bom é acreditar sempre no poder das reflexões sobre a cidade de São Paulo! abraços.


Edson Guttilla:
11/08/2010 11h51 Sou ex-aluno da Professora Vera (curso de Turismo) e posso dizer que ela é apaixonada pelo que faz, e pelo patrimonio histórico e cultural da cidade de São Paulo. Com ela aprende-se a olhar com riquezas de detalhes um simples monumento ou um palacete. Sinto muita saudade dos nossos city-tours que ela guiava e nos dava aulas em plena rua. Parabéns Profº Vera Lucia Dias tenho orgulho de ser seu aluno e amigo.


Thales:
09/08/2010 12h06 Não conheço a Vera Lúcia, mas acompanho os passeios dela daqui do Rio de Janeiro.Estive na cidade na festa do IV Centenário e, de vez em quando, apareço por aí. Mudou bastante, mas continua fascinante. A moça é dinâmica e excelente guia, me parece. Quero encontrá-la em passeio aqui no Rio. Meu nome´e Thales e sou diretor do Museu de Odontologia Salles Cunha, da ABORJ. (museu@aborj.org.br) Cumprimentos cordiais. O Thales

Um comentário:

  1. Olá Vera Lucia,

    Estou com a missão de Levar um Grupo do Colégio Anglo de Limeira SP, para uma visita ao Centro Histórico de São Paulo Capital.
    E a Vera da Catedral da Sé passou seu contato !
    Gostaria de que me ajudasse a desenvolver um Roteiro pelos principais pontos turísticos e Históricos do Centro de São Paulo
    Finalizando no mercadão !!!
    Podemos até sugerir uma Padoca pra Começar !!! Que Tal
    Obrigadão,
    Tarek - Guia da Alternativa Lazer e Ecoturismo
    (19) 3442-2506 / (19) 9148.2955

    ResponderExcluir